a liturgia eucaristica – 4ª parte

Home / Evangelização / a liturgia eucaristica – 4ª parte

a liturgia eucaristica – 4ª parte

a) A apresentação dos dons e a participação “ofertorial” dos fiéis

4º. Com freqüência, infelizmente, a mesa do altar se apresenta, desde o início, já com as hóstias, o cálice e galhetas. Dessa maneira, como significar o rito da preparação dos dons ou a que ele se reduz? E como atrair a atenção dos fiéis sobre este rito? Não é uma questão secundária, pois quando se altera um rito, dele se perde também o seu sentido verdadeiro.

Em toda igreja deve haver uma credência (tipo de mesa lateral) no presbitério (cf. IGMR 73) onde sejam dispostos os objetos que deverão ser levados ao altar no momento oportuno. Aos domingos e dias festivos é importante trazer os dons do pão e do vinho em procissão.

Com este gesto, seguido visualmente e, muitas vezes, acompanhado de um cântico, é iniciado aquele movimento ofertorial a Deus que culminará na oferta de Cristo ao Pai e de toda a Igreja a Ele unida. Neste momento é também prevista a coleta de donativos, em dinheiro, para as necessidades da Comunidade local, para as várias necessidades da Igreja e para as obras de caridade.

Há, portanto, várias coisas a se fazer neste início da Liturgia Eucarística e muitos fiéis podem participar ativamente de várias maneiras. É obrigação de quem organiza a liturgia designar as pessoas e recordá-las de como deve ser feito, a fim de que tudo decorra com ordem e também sem lentidão.

Em algumas situações especiais, a mesa do altar poderá estar despida até esse momento. O rito terá início com a arrumação da mesa eucarística, cobrindo-a com a toalha, pondo os candelabros e o missal para que depois receba os dons do pão e do vinho. Nas missas semanais é importante que haja algum ajudante (em último caso o próprio padre) que traga da credência, nos momentos apropriados, a patena com o pão e o cálice com vinho, colocando-os sobre o corporal já estendido.


A preparação da mesa e a apresentação dos dons.


Últimos Artigos

Faça um comentário