Oração e canto na liturgia – 14ª Parte

Home / Evangelização / Oração e canto na liturgia – 14ª Parte

Oração e canto na liturgia – 14ª Parte

14º. Nos grupos litúrgicos é bom e importante que estejam presentes os responsáveis pelos cânticos. Estes têm o encargo de escolher e propor cantos para determinada celebração e assembleia. Se existe um coro ou um grupo de canto, estes devem assumir como papel principal o de sustentar a assembleia no cântico e também o de executar algumas partes musicalmente mais complexas, sem a pretensão de tolher a assembleia daquilo que lhe compete e que está apta a fazer.

Durante a execução do canto, é oportuno que um cantor se dirija à assembleia convidando-a e guiando-a ao canto, também com o movimento das mãos, mesmo que haja coro cantando.

A assembleia dos fiéis não deve nunca se sentir largada ou como expectadora; ela deve estar consciente de que o seu canto é necessário e faz parte da sua participação litúrgica.


O canto da assembleia sustentado pelo coro e dirigido por um canto.


Últimos Artigos

Faça um comentário