A missa no ano litúrgico – 8ª parte

Home / Evangelização / A missa no ano litúrgico – 8ª parte

A missa no ano litúrgico – 8ª parte

8º. As jornadas nacionais ou diocesanas não devem dar a impressão aos fiéis de estranhas ou justapostas à celebração dominical. É próprio da Eucaristia de cada domingo a comunidade paroquial ou local manifestar o seu ser em comunhão com a Igreja diocesana ou com aquela universal, rezando por elas e com elas. É natural, portanto, que suas atividades sejam conhecidas, pois interessam a toda comunidade, e concorram com as próprias condições econômicas, segundo as possibilidades.

O sentido e o objetivo de cada jornada ou campanha devem já aparecer expostos em lugares apropriados da igreja. E, no domingo que antecede, chamar a atenção da assembleia para o que ocorrerá. No domingo da campanha, deve-se apresentar o seu motivo na introdução à missa, em prece na Oração dos fiéis e explicar a sua relevância eclesial na homilia.

As indicações sobre a destinação das ofertas ou sobre as várias modalidades de cooperação, sejam expostas antes da Liturgia eucarística, de preferência, pelo encarregado paroquial daquela atividade (missionária, vocacional, caritativa…). Esta posição entre a Liturgia da Palavra e a Liturgia Eucarística, é o momento mais oportuno para assinalar as necessidades para as quais se pedem as colaborações. Dessa maneira, se responde à palavra de Deus e se entra na Eucaristia com decisões e atos de verdadeira caridade cristã.


As campanhas nacionais e diocesanas apresentadas na solidariedade eclesial da celebração eucarística.


 

Últimos Artigos

Faça um comentário