A missa no ano litúrgico – 6ª parte

Home / Evangelização / A missa no ano litúrgico – 6ª parte

A missa no ano litúrgico – 6ª parte

6º. O eixo essencial do ciclo Quaresma-Tempo de Páscoa é constituído pela Páscoa anual que a tradição cristã celebra no Tríduo de Jesus crucificado-sepultado-ressuscitado. Na liturgia católica, tal tríduo vai da Missa Vespertina da Ceia do Senhor da Quinta-feira Santa à Vigília na noite entre o Sábado e o Domingo da Ressurreição, concluído com a Eucaristia Solene. Este Tríduo é denso de elementos rituais e rico de significados. Ele será um bom teste para o grupo litúrgico, que deverá dar o melhor de si, seja para a preparação seja para o seu desenvolvimento.

Dada a complexidade ritual e a exuberância de significados, o grupo litúrgico selecionará os temas a serem destacados, levando em conta a capacidade receptiva das assembleias e suas disponibilidades de expressão.

Não convém sobrepor aos ritos programas pastorais que submetam seu significado ao que os organizadores querem obter. O Tríduo pascal torna-se formativo da comunidade, quando consegue colher os significados das leituras bíblicas e das ações litúrgicas, deixando essas sementes germinarem nos participantes.

Na tradição popular há manifestações religiosas a propósito dos fatos comemorados no Tríduo pascal. Muitas delas perderam o verdadeiro sentimento cristão, reduzindo-se ao nível de folclore. O grupo litúrgico estude como é possível (ou se é possível) conciliar essas manifestações com as celebrações litúrgicas e como evangelizá-las, a fim de que exprimam conteúdos de fé e oração. (Ver religiosidade popular capa verde).


O Tríduo pascal, iniciativas e avaliação do grupo litúrgico.


Últimos Artigos

Faça um comentário